Saiba como usar a Matriz BCG em seu negócio

matriz bcg gestão estoque inventário rfid rtls

A Matriz BCG é uma técnica de avaliação analítica feita para examinar e apreciar o desempenho de produtos e serviços de qualquer natureza.

Ela foi criada nos anos 1970 por Bruce Henderson, o fundador do Boston Consulting Group, empresa de consultoria empresarial que também é conhecido pela sigla BCG. O objetivo da ferramenta era possibilitar que os clientes da BCG pudessem avaliar seus produtos com o máximo de clareza para tomar posições inteligentes.

Neste artigo, vamos explicar como desenhar uma Matriz BCG e como extrair dela os melhores resultados. Confira!

Entendendo e desenhando a Matriz BCG

A matriz BCG é uma representação gráfica bidimensional dividida em quatro quadrantes. O eixo vertical é chamado de crescimento de mercado e vai de 0% a 20%. O horizontal é a participação relativa de mercado, indo de 0% a 10%.

Esses valores podem ser relativizados, dependendo do setor de atuação do negócio.

Os quatro quadrantes são chamados de abacaxi, estrela, ponto de interrogação e vaca leiteira. O objetivo é encontrar o lugar de cada item do portfólio de uma companhia dentro de cada um deles.

Estrelas

Os produtos com uma alta participação de mercado e também um crescimento elevado são chamados de estrelas e ficam no quadrante superior esquerdo do gráfico. Estrelas são produtos que ainda precisam de muito investimento para se manterem competitivos e continuarem com alta participação de mercado.

O esperado é que, com o tempo, as estrelas alcancem seu potencial de crescimento e precisem de menos investimento, pois a taxa de crescimento de mercado será reduzida. Se isso acontecer, as estrelas se tornam vacas leiteiras.

Vacas leiteiras

Alocadas no quadrante inferior esquerdo, as vacas leiteiras são os produtos que têm alta participação de mercado e taxa de crescimento pequena. São os itens mais lucrativos e consolidados do portfólio da empresa porque, diferente das estrelas, precisam de um investimento proporcionalmente menor para manter sua fatia no mercado.

Ao final do ciclo de vida do produto, é esperado que uma vaca leiteira se torne um abacaxi.

Abacaxis

Os abacaxis (algumas vezes representados como cães) são os produtos com baixa participação no mercado e baixo crescimento. Mesmo que consigam ter uma receita capaz de abater os investimentos, abacaxis não são muito lucrativos, logo, são linhas de produto que devem ser encerradas ou vendidas.

Pontos de interrogação

O quadrante no canto superior direito abriga os produtos que têm uma alta taxa de crescimento de mercado, mas uma participação relativa muito baixa. Eles são chamados de pontos de interrogação.

Costuma ser o ponto de partida para muitos negócios, quando é necessário investir muito para conseguir abocanhar uma parcela do público.

Pontos de interrogação podem se tornar estrelas se conseguem uma boa participação de mercado. Quando isso não acontece, vão direto para o quadrante dos abacaxis.

Tomando decisões a partir da Matriz BCG

O objetivo da Matriz BCG é enxergar o posicionamento do portfólio de uma empresa e usar isso como ferramenta no processo de tomada de decisões.

Além disso, é interessante posicionar produtos e serviços regularmente nessa matriz para observar o movimento do seu ciclo de vida, que idealmente começa como um ponto de interrogação, passa por uma fase de estrela, se estabiliza como vaca leiteira e vira um abacaxi no final.

Com a Matriz BCG bem desenhada, é possível, por exemplo, decidir quais produtos precisam de mais investimentos por serem estrelas, quais são vacas leiteiras e vão lucrar com custos menores e quais são abacaxis e devem ser vendidos.

Também é interessante usar a matriz para saber se um produto que deveria ser uma estrela ou ponto de interrogação é, na verdade, um abacaxi e não está trazendo bons resultados.

Por ser uma forma de avaliação qualitativa com certo grau de subjetividade, a Matriz BCG não deve ser o único recurso para definir o processo de tomada de decisões na empresa. Entretanto é, certamente, uma ferramenta muito útil para isso.

E você, já usa a Matriz BCG na sua empresa? Já teve que tomar decisões sem saber bem em qual quadrante estão seus produtos? Aproveite para contar para a gente aqui nos comentários!

Um comentário sobre “Saiba como usar a Matriz BCG em seu negócio

  1. Parabéns pela matéria, a evolução do RFID vai ser divisor de águas para os empresários, reduzir custos e evoluir na segurança das suas informações.
    Miguel Reina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *