RFID contra o roubo de carga de caminhões

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) determinou a instalação de uma tag de identificação por radiofrequência (RFID) em toda a frota brasileira de caminhões a partir do mês de setembro deste ano, com o intuito de aprimorar o combate ao roubo de cargas. Além disso, os caminhoneiros terão de ser recadastrados, como parte das iniciativas para implantar o novo sistema nacional de segurança e controle de cargas.

Atualmente, há 1,1 milhão de caminhões circulando com mercadorias pelo país. Apenas no ano passado, houve registros de 17,5 mil roubos de cargas e um prejuízo estimado de R$ 1 bilhão para o país, de acordo com a ANTT. A busca por uma solução levou o governo a considerar um sistema de rastreamento baseado em RFID, para verificar informações sobre caminhão e carga, além de fiscalizar o pagamento de impostos federais e estaduais. Continuar lendo