Confira 4 benefícios do estoque de segurança

Reduzir custos, aumentar a competitividade e aplicar estratégias que possam melhorar a eficiência dos processos são itens de topo para empresas que almejam diferenciar seus produtos ou serviços diante da concorrência.

E o controle de estoque se destaca como uma das prioridades dentro de uma organização, afinal, é preciso conhecer a quantidade certa de produtos estocados que permitam cumprir desde as demandas de produção, compra até a entrega do produto acabado ou venda na loja.

A gestão de estoque permite que o empreendedor não empregue capital desnecessariamente. Pensando nisso, levantamos 4 benefícios do estoque de segurança:

1. Identifica as necessidades de reposição

Empreendedores que não realizam uma gestão eficiente de estoque podem ter que lidar com situações inesperadas e que levam a sérios prejuízos, como ficar sem produtos ou matéria-prima para cumprir um contrato de compra.

Uma boa gestão de estoque inclui fazer um bom estoque de segurança, um ponto fundamental que evita deixar de cumprir prazos ou ter que entregar produtos com atraso.

O estoque de segurança nada mais é do que estabelecer uma quantidade extra de determinado produto que tem grande demanda, de forma a não deixar de vender por não ter disponível em estoque.

Assim, através de uma boa gestão de estoque o empreendedor pode determinar com precisão a necessidade de compra de determinado item e agir previamente para sua reposição. Além disso, é possível estabelecer estimativas e estratégias específicas por produto, avaliando aqueles de maior ou menor saída.

2. Redução de custos

A ideia de estoque de segurança é definir uma quantidade mínima de determinado produto, que possa prevenir o desabastecimento ou compras superiores à demanda. Isso significa que, ao identificar a quantidade que deve ser adquirida conforme as saídas, é possível reduzir custos com compras desnecessárias.

Conhecendo os itens que têm um maior giro é possível identificar o perfil de compra dos clientes e definir quais os itens prioritários que não podem faltar em hipótese alguma. Para um melhor controle e gestão de estoque é necessário:

  • manter a organização física do estoque;
  • definir um estoque de segurança para cada mercadoria ou grupo delas;
  • dar maior atenção aos produtos que vencem primeiro;
  • capacitar e treinar os profissionais responsáveis pelo controle de estoque;
  • manter o registro de todos os produtos que entram e saem, de preferência acompanhados de nota fiscal;
  • manter a integração de dados e informações entre os setores.

3. Definição de prazos mais realistas

Realizar uma boa gestão de estoque passa a ser um diferencial competitivo. Por exemplo, um supermercado precisa ter seus produtos mais básicos sempre disponíveis para suprir a demanda dos clientes. Por outro lado, por ter que oferecer muitos produtos perecíveis, o estabelecimento precisa estabelecer um estoque de segurança extremamente preciso.

Manter o estoque de segurança possibilita que o fluxo de vendas não seja interrompido por problemas de não ter determinados produtos ou a quantidade requerida para suprir a demanda.

Ter um estoque abastecido com quantidade adequada evita a perda de vendas e a realização de entregas fora do prazo, algo que não é nada positivo para a empresa diante dos clientes.

4. Análises detalhadas

A otimização e informatização de processos têm tornado os controles produtivos mais fáceis, ágeis e precisos. Ao adotar um software de gestão, o empreendedor passa a ter uma poderosa ferramenta com inúmeros dados e informações para subsidiar a tomada de decisão.

Com um bom sistema de vendas é possível conhecer com precisão quais mercadorias têm mais saídas e quais não têm tanta demanda. Além disso, os produtos que têm uma maior demanda precisam estar sempre disponíveis no estoque para não faltar nas prateleiras, sendo necessário contar com o estoque de segurança para garantir que haja sempre a disponibilidade para venda.

É fundamental que o empreendedor estabeleça um equilíbrio entre vendas e estoque de segurança. Através de um sistema de gestão é possível ter análises descritivas, analíticas, preditivas e prescritivas que levem a uma interpretação acertada dos dados e, com isso, a uma decisão estratégica para os negócios.

Agora que você já sabe o que é o estoque de segurança e quais seus benefícios, compartilhe conosco sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *