Como a tecnologia RFID é usada na segurança de eventos?

A identificação por radiofrequência, conhecida pela sigla em inglês RFID — Radio Frequency Identification —, refere-se a uma variedade de tecnologias sem fio que criam uma comunicação entre um tag (etiqueta) e um leitor. O RFID já é aplicado em diversas áreas, como no controle de estoque de empresas, em que garante a acuracidade dos dados e diminui o desperdício. Contudo, um uso não tão comum da  tecnologia vem ganhando espaço no mundo dos negócios: o da gestão e segurança de eventos. Ficou curioso? Continue lendo e descubra como a aplicação da tecnologia RFID em eventos funciona!

Como é feita a gestão e segurança de eventos com a tecnologia RFID?

A tecnologia RFID na segurança de eventos funciona como um sistema de rastreamento das pessoas que passam pela entrada do local do evento. Isso significa que, em vez de utilizarem ingressos comuns de papel impresso, ou mesmo aqueles com QR Code, os participantes de um evento portam pulseiras, crachás ou credenciais que possuem a tag identificada pelo leitor RFID.

Esse método garante mais segurança ao controle de entrada em um local fechado, além de fornecer aos produtores do evento dados mais seguros quanto ao número de pessoas que compareceram.

Quais os benefícios da aplicação do RFID em eventos?

Para se ter uma ideia de como essa tecnologia tem ganhado espaço, o RFID foi usado no Carnaval do Rio de Janeiro 2017 para controle de acesso do público VIP que entrava na Sapucaí: todos aqueles que tinham a credencial ou cartão convite com a tag tinham acesso liberado ao local respectivo, sem filas, conferencias, rápido e seguro.

Além de eventos como o carnaval, a tecnologia ainda pode ser usada em feiras e seminários corporativos, podendo fornecer às empresas realizadoras dados sobre os estandes mais visitados, palestras que fizeram mais sucesso ou produtos mais testados, por exemplo.

Mas, se você ainda está na dúvida sobre os benefícios do uso dessa tecnologia, aqui estão cinco razões pelas quais você deve considerar a implementação do RFID para gestão e segurança de eventos com efetivo controle da entrada:

1. Amplia a experiência do participante

Ao analisar quem está visitando estandes e seções em uma feira, por exemplo, é possível compreender os interesses dos participantes e melhorar as suas experiências no evento, fornecendo informações adicionais relacionadas aos seus interesses.

No caso de shows e eventos como o Carnaval, a experiência do usuário também pode ser ampliada enviando uma mensagem direcionada para os participantes que compareceram ao evento. Outra ideia é permitir que eles linkem as tags com seus perfis nos Facebook, assim a pulseira consegue sinalizar ao usuário quando ele passar próximo de algum dos seus amigos da rede social durante o show.

2. Elimina filas e melhora o fluxo de entrada

Os seguranças da entrada não mais precisarão perder tempo lendo informações de um código de barras impresso em um papel suscetível a fraudes. Com as tags instaladas nos crachás, pulseiras ou credenciais, os dados, inclusive imagens, dos participantes do evento aparecerão automaticamente em uma tela com a leitura do mesmo pelo sistema RFID,  agilizando o fluxo de circulação.

3. Incremento da segurança

Os chips contidos nas tags RFID disponibilizam a implementação de poderosos algoritmos de criptografia dos dados neles contidos os dados e apresentam recursos adicionais de segurança, assegurando acessos seguros e praticamente imunes às fraudes.

4. Fornece dados e informações relevantes para marketing

As métricas dos seus eventos serão muito úteis como informações adicionais sobre o sucesso de suas estratégias de negócios e ainda vão ajudar a identificar áreas “quentes” (hot spots), que devem receber recursos adicionais.

Dados demográficos sobre a jornada dos participantes oferecem muitos detalhes sobre os interesses e preferências do público. Então, métricas de engajamento, como duração média e número de visitas em estandes, demonstrações de produtos e seminários mais visitados auxiliam na criação de respostas sobre o que os participantes estão procurando. Com esses dados, você poderá comparar resultados com realizações anteriores e melhorar os esforços no seu próximo evento.

5. Compras e Serviços

O usuário pode utilizar seu crachá, pulseira ou credencial com o chip RFID para comprar produtos e utilizar serviços que serão debitados em sua conta corrente e pagos via meio de pagamento eletrônico com total segurança dos dados e agilizando assim a experiência do usuário dentro do evento, eliminando filas e dinamizando o atendimento.

E então, gostou de descobrir como a RFID é utilizada na gestão e segurança de eventos? Aproveite e veja também como otimizar o seu processo logístico para ajudar a reduzir custos aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *