Startup Brasileira simplifica a vida de quem quer implantar a tecnologia RFID

Em parceria com ITA e Fatec, a empresa presta serviços para auxiliar nas implantações de identificação por radiofrequência (RFID)

A startup encontrou uma lacuna no mercado e se preparou para prestar serviços que visam a auxiliar outras empresas nas implantações de identificação por radiofrequência, através de um laboratório que realiza diversos testes fundamentais para quem precisa de apoio técnico para colocar projetos de RFID em prática com sucesso.

Instalado estrategicamente dentro da FATEC e próximo ao Parque Tecnológico de São José dos Campos, o laboratório apresenta área de leitura semi-anecoica, ou seja, com revestimento parcial, para realização de operações como Tag Survey, Tag Selection e Placement.

rfid-set-29-02

Tecnicamente a sala respeita as dimensões mínimas recomendadas pela EPC Global, para testes em ambientes abertos com etiquetas RFID UHF passivas. Adicionalmente, a sala foi modelada matematicamente por um software proprietário, a fim de fornecer caracterização do local. Como os absorsores estão dispostos na forma de biombos com rodízios, a sala pode ser configurada para execução de diferentes testes de materiais com diferentes tamanhos.

Outra novidade é que a equipe técnica do laboratório desenvolveu um software específico para execução dos testes de Tag Survey. O aplicativo fornece relatórios precisos e úteis aos usuários da tecnologia, principalmente quanto à escolha da melhor etiqueta para cada aplicação.

Fonte: RFID Journal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *