4 vantagens da rastreabilidade de medicamentos

Atualmente, a tecnologia RFID tornou o processo de rastreamento de produtos muito mais avançado e eficaz. Os sinais de rádio são enviados a longas distâncias, podendo ser captados, em tempo real, de uma central sem a necessidade de visualização, nem de contato direto.

A radiofrequência permite rastrear a carga até em ambientes fechados, uma grande vantagem especialmente quando se trata de mercadorias especiais, como os medicamentos.

Veja, a seguir, 4 vantagens da rastreabilidade de medicamentos!

1. Aumento da confiabilidade do consumidor

Os medicamentos são produtos especiais e, geralmente, caros. Trata-se realmente de uma carga valiosa, que pode combater doenças e até ajudar a salvar vidas. Quando o consumidor compra remédios, certamente deseja recebê-los em perfeita integridade.

A rastreabilidade de medicamentos proporciona essa confiança ao consumidor. Com a tecnologia RFID, o consumidor tem a certeza de que adquiriu um produto autêntico, pois ele pode, de qualquer lugar, acessar um relatório do produto, por meio de um código específico, com todo o histórico de seu trajeto desde o momento de fabricação até a entrega nos pontos de distribuição. Isso garante a integridade do produto e um consumo seguro.

Esse sistema também beneficia as farmácias e lojas, que podem utilizá-lo para controle de inventário e estoque, sendo necessário somente adquirir os equipamentos para leitura, já que os medicamentos viriam etiquetados diretamente do fabricante.

2. Economia e eficiência na cadeia produtiva

A rastreabilidade de medicamentos de forma manual nem sempre atende todas as necessidades do processo de entrega, já que está mais suscetível a falhas na identificação e o tempo de resposta também é mais longo.

Em contrapartida, os sistemas automáticos de rastreabilidade de medicamentos favorecem a documentação da cadeia produtiva em tempo real. Assim, é possível otimizar a gestão de qualidade, tornar as linhas de produção mais flexíveis e aperfeiçoar a logística da empresa.

Para rastrear e monitorar os medicamentos, é necessário manter em comunicação todos os elos do processo, como fabricantes, distribuidores, farmácias, hospitais, consumidores. É fundamental que todos eles estejam em sincronia.

Ao final, a empresa terá sua margem de lucro ampliada, os custos, os erros e os retrabalhos significativamente reduzidos e, certamente, será recompensada com a satisfação dos clientes.

3. Monitoramento de medicamentos perecíveis

A rastreabilidade de medicamentos também oferece outra vantagem muito importante: monitorar a temperatura de certos remédios.

Alguns medicamentos precisam ser mantidos sob uma temperatura específica, caso contrário eles perdem sua eficácia ou sua validade, podendo mesmo ser nocivos para o consumidor.

O consumo de medicamentos vencidos pode gerar diferentes transtornos para o usuário e, em alguns mais sérios, pode acarretar sua morte.

4. Combate eficaz às falhas, fraudes e roubos

A rastreabilidade de medicamentos é uma medida tão eficaz que a própria Anvisa já está fazendo uso do sistema para rastrear os remédios de sua origem ao seu destino.

Dessa forma, fica muito mais fácil identificar e evitar fraudes nos produtos. As fraudes em remédios sempre foram comuns, uma prática que, além de comprometer a saúde dos consumidores, também provoca altos prejuízos financeiros.

Medicamentos rastreados são muito mais seguros. Os criminosos ficam menos confiantes de praticar assaltos a cargas, considerando que, com o sistema de rastreamento, será muito mais fácil identificar a localização do medicamento e encontrar o criminoso.

É possível também identificar remédios que já estão vencidos ou apresentam algum tipo de falha em sua composição e retirá-los imediatamente de circulação, ficando sujeita à penalização as farmácias que os comercializarem.

A rastreabilidade de medicamentos está prevista na Lei nº 11.903/2009, que dispõe sobre o rastreamento da produção e do consumo de medicamentos por meio de tecnologia de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados.

Qual sua opinião sobre a rastreabilidade de medicamentos? Informe-se mais sobre o sistema de rastreabilidade RFID seguindo a RFID Brasil nas redes sociais: Facebook e Twitter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *